HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL


PERÍODO DA NOVA REPÚBLICA

(1946 - 1963)


Texto Cronologia



 


(Texto)



      O fim do Estado Novo consubstanciou-se na adoção de uma nova Constituição de cunho liberal e democrático. Esta nova Constituição, na área da Educação, determina a obrigatoriedade de se cumprir o ensino primário e dá competência à União para legislar sobre diretrizes e bases da educação nacional. Além disso, a nova Constituição fez voltar o preceito de que a educação é direito de todos, inspirada nos princípios proclamados pelos Pioneiros, no Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, nos primeiros anos da década de 30.
      Ainda em 1946 o então Ministro Raul Leitão da Cunha regulamenta o Ensino Primário e o Ensino Normal, além de criar o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC, atendendo as mudanças exigidas pela sociedade após a Revolução de 1930.
      Baseado nas doutrinas emanadas pela Carta Magna de 1946, o Ministro Clemente Mariani, cria uma comissão com o objetivo de elaborar um anteprojeto de reforma geral da educação nacional. Esta comissão, presidida pelo eminente educador Lourenço Filho, era organizada em três subcomissões: uma para o Ensino Primário, uma para o Ensino Médio e outra para o Ensino Superior. Em novembro de 1948 este anteprojeto foi encaminhado a Câmara Federal, dando início a uma luta ideológica em torno das propostas apresentadas. Num primeiro momento as discussões estavam voltadas às interpretações contraditórias das propostas constitucionais. Num momento posterior, após a apresentação de um substitutivo do Deputado Carlos Lacerda, as discussões mais marcantes relacionaram-se à questão da responsabilidade do Estado quanto à educação, inspirados nos educadores da velha geração de 30, e a participação das instituições privadas de ensino.
      Depois de 13 anos de acirradas discussões foi promulgada a Lei 4.024, em 20 de dezembro de 1961, sem a pujança do anteprojeto original, prevalecendo as reivindicações da Igreja Católica e dos donos de estabelecimentos particulares de ensino no confronto com os que defendiam o monopólio estatal para a oferta da educação aos brasileiros.
      Se as discussões sobre a Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional foi o fato marcante, por outro lado muitas iniciativas marcaram este período como, talvez, o mais fértil da História da Educação no Brasil:
      - Em 1950, em Salvador, no Estado da Bahia, Anísio Teixeira inaugura o Centro Popular de Educação (Centro Educacional Carneiro Ribeiro), dando início a sua idéia de escola-classe e escola-parque.
      - Em 1952, em Fortaleza, Estado do Ceará, o educador Lauro de Oliveira Lima inicia uma didática baseada nas teorias científicas de Jean Piaget: o Método Psicogenético.
      - Em 1953 a educação passa a ser administrada por um Ministério próprio: o Ministério da Educação e Cultura.
      - Em 1961 a Prefeitura Municipal de Natal, no Rio Grande do Norte, inicia uma campanha de alfabetização ("De Pé no Chão Também se Aprende a Ler"). A técnica didática, criada pelo pernambucano Paulo Freire, propunha-se a alfabetizar em 40 horas adultos analfabetos. A experiência teve início na cidade de Angicos, no Estado do Rio Grande do Norte, e, logo depois, na cidade de Tiriri, no Estado de Pernambuco.
      - Em 1962 é criado o Conselho Federal de Educação, cumprindo o artigo 9o da Lei de Diretrizes e Bases. Este substitui o Conselho Nacional de Educação. São criados também os Conselhos Estaduais de Educação.
      - Ainda em 1962 é criado o Plano Nacional de Educação e o Programa Nacional de Alfabetização, pelo Ministério da Educação e Cultura, inspirado no Método Paulo Freire.
      Em 1964, um golpe militar aborta todas as iniciativas de se revolucionar a educação brasileira, sob o pretexto de que as propostas eram "comunizantes e subversivas".


TOPO


(Cronologia)


ANO HISTÓRIA
DA EDUCAÇÃO
BRASILEIRA
HISTÓRIA
DO
BRASIL
HISTÓRIA
GERAL
DA EDUCAÇÃO
HISTÓRIA
DO
MUNDO
1945 · É criado o Instituto Rio Branco com o objetivo de recrutar e educar pessoal para a carreira diplomática.
· O biólogo suíço Jean Piaget visita o Brasil como "pedagogo" (o que ele nunca foi) a convite da UNESCO.
· A Campanha do Ginasiano Pobre passa a se chamar Campanha de Ginásios Populares.
· É Ministro da Educação e Saúde Pública, no Governo José Linhares: Raul Leitão da Cunha.
· Tem início o funcionamento da Companhia Siderúrgica Nacional.
· O Partido Comunista Brasileiro - PCB é legalizado.
· O Presidente Getúlio Vargas é deposto por um movimento militar, vindo a assumir a Presidência da República em caráter interino, o ministro do Supremo Tribunal José Linhares.
· O marechal Eurico Gaspar Dutra é eleito o novo Presidente da República, pelo Partido Social Democrático - PSD, concorrendo contra o brigadeiro Eduardo Gomes, da União Democrática Nacional -UDN e contra Iedo Fiuza do Partido Comunista Brasileiro -PCB.
· O bispo D. Carlos Duarte Costa funda a Igreja Católica Apostólica Brasileira, tornando-se Bispo do Rio de Janeiro, após ter sido excomungado pelo Vaticano por suas posições contrárias assumidas em relação à Igreja Católica.
  · Quando tentavam fugir para a Suíça Benito Mussolini e sua mulher Clara Petacci são presos e assassinados no lago de Como.
· Em Alamogordo, Estado do Novo México, nos Estados Unidos, explode a primeira bomba atômica.
· As cidades de Hiroxima e Nagasaqui são arrasazadas por bombas atômicas, matando milhares de japoneses.
· O líder Ho Chi Minh proclama a independência do Vietnam.
· Na Argentina, Juan Domingo Perón é preso e depois libertado.
· É criada oficialmente a Organização das Nações Unidas - ONU.
· Após o lançamento das bombas atômicas no Japão, termina a II Guerra Mundial.
· As mulheres conquistam o direito ao voto na França e no Japão.
1946 · A nova Constituição determina a obrigatoriedade de se cumprir o ensino primário e dá competência à União para legislar sobre as diretrizes e bases da educação nacional.
· Volta a figurar na Constituição que "a educação é direito de todos".
· Tendo como Ministro da Educação Raul Leitão da Cunha, são baixados os seguintes Decretos-lei:
· O Decreto-lei 8.529, de 2 de janeiro, regulamenta o ensino primário.
· O Decreto-lei 8.530, de 2 de janeiro, regulamenta o ensino normal.
· Os Decretos-lei 8.621 e 8.622, de 10 de janeiro, criam o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC.
· O Decreto-lei 9.613, de 20 de agosto, regulamenta o ensino agrícola.
· São fundadas a Universidade Federal de Pernambuco e a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
· São Ministros da Educação e Saúde Pública, no Governo Eurico Gaspar Dutra: Ernesto de Souza Campos, Clemente Mariani Bittencourt, Eduardo Rios Filho (interino) e Pedro Calmon Moniz de Bittencourt.
· Eurico Gaspar Dutra assume a Presidência.
· É promulgada uma nova Constituição para o Brasil.
· São editadas as obras "A formação do símbolo na criança", "O desenvolvimento da noção do tempo" e "As noções de movimento e velocidade", de Jean Piaget.
· É criado o Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF, vinculado a Organização das Nações Unidas - ONU.
· As mulheres conquistam o direito ao voto na Argentina.
1947 · É criado o Instituto Tecnológico da Aeronáutica - ITA. · O Partido Comunista Brasileiro é colocado na ilegalidade e seus Parlamentares perdem seus mandatos. O escritor Jorge Amado e o jornalista Barão de Itararé são alguns dos cassados. · Jean Piaget publica "A psicologia da inteligência", que vem a ser uma síntese de sua obra. · Os Estados Unidos aprovam o plano do seu Secretário de Estado George Marshall, o "Plano Marshall", que dá uma ajuda econômica a toda Europa Ocidental.
· É proclamada a independência da Índia e do Paquistão.
· As Organização das Nações Unidas aprovam o plano de partilha da Palestina, dando início a numerosos conflitos.
1948 · O governo, através do Ministro Clemente Mariani, encaminha ao Congresso Nacional o projeto de Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional.
· Realiza-se o I Congresso Nacional da Campanha do Ginasiano Pobre que passa a se chamar Campanha Nacional dos Educandários Gratuitos.
· O Brasil rompe relações diplomáticas com a União Soviética. · É criada a Organização Mundial de Educação Pré-Escolar - OMEP, vinculado ao setor privado internacional.
· Jean Piaget publica "A representação do espaço na criança".
· O Primeiro Ministro da Índia e líder pacifista Mahatma Ghandi é assassinado por um fanático.
· É fundado o Estado de Israel em meio a conflitos entre árabes e judeus.
· O Partido Nacionalista vence as eleições na África do Sul dando início a política conhecida como "apartheid".
1949 · O biólogo suíço Jean Piaget recebe o título de "Doutor Honoris Causa" da Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro.
· É fundada a Escola Superior de Guerra - ESG.
· É criada a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC
· Entra em vigor o primeiro plano governamental posto em prática no Brasil. O Plano Salte pretendeu atender as metas prioritárias de saúde, alimentação, transporte e energia. · É editado o "Tratado de lógica: ensaio de logística operatória", de Jean Piaget.
· Jean Piaget recebe o título de "Doutor Honoris Causa" das Universidades de Bruxelas e do Brasil.
· A França reconhece a independência do Vietnam.
· A primeira bomba atômica soviética é testada.
· É proclamada a República Popular da China, vindo a assumir o poder o líder Mao Tse-tung. Chiang Kai-shek refugia-se na ilha de Formosa.
1950 · É fundada a Associação Montessori do Brasil - AMB pela professora Piper de Lacerda Borges, que já mantinha a Escola Experimental Montessori, a primeira escola montessoriana do país.
· Anísio Teixeira inaugura em Salvador o Centro Popular de Educação (Centro Educacional Carneiro Ribeiro), dando início a sua idéia de escola-classe e escola-parque.
· O ex-ditador Getúlio Vargas é eleito Presidente da República.
· O jornalista Assis Chateaubriand preside o lançamento da TV Tupi Difusora, canal 3, em São Paulo.
· É editada a obra "Introdução à epistemologia genética", de Jean Piaget. · Tem início a Guerra da Coréia.
· Entra em vigor nos Estados Unidos a Lei McCathy que regula as atividades anti-americanas.
1951 · São Ministros da Educação e Saúde Pública, no Governo Getúlio Vargas: Ernesto Simões da Silva Freitas Filho, Péricles Madureira de Pinho (interino), Antonio Balbino de Carvalho Filho e Edgard Rego Santos.
· É fundada a Universidade Católica de Pernambuco.
· É concluída a hidrelétrica de São Francisco.
· Entra no ar a TV Tupi, canal 6, na cidade do Rio de Janeiro.
· É editada a obra "Didática psicológica", de Hans Aebli, baseada na teoria de Jean Piaget.
· É editada a obra "A gênese da idéia de acaso", de Jean Piaget.
· É proposto pela ONU e pela União Soviética uma conferência de armistício para a Coréia.
· O General Juan Domingo Perón é eleito Presidente da Argentina.
1952 · O educador Lauro de Oliveira Lima inicia em Fortaleza, no Ceará, uma didática baseada nas teorias científicas de Jean Piaget.
· É fundada a Universidade Mackenzie, em São Paulo.
· É criada a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, tendo sido eleito seu primeiro Secretário Geral o Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro D. Helder Câmara.
· A neurologista Nise da Silveira cria o Museu das Imagens do Inconsciente, no Rio de Janeiro.
· É editada a obra "Ensaio sobre as transformações das operações lógicas", de Jean Piaget. · A Inglaterra explode sua primeira bomba atômica em Monte Bello, na Austrália.
· Surge a pílula anticoncepcional.
1953 · Com a criação do Ministério da Saúde, o Ministério da Educação e Saúde Pública passa a se chamar Ministério da Educação e Cultura.
· É criada a Campanha de Aperfeiçoamento e Difusão do Ensino Secundário - CADES, vinculado à Diretoria do Ensino Secundário, dirigida por Armando Hildebrand.
· É criado o Comitê Brasileiro da Organização Mundial de Educação Pré-Escolar - OMEP.
· O professor Jânio da Silva Quadros é eleito Prefeito de São Paulo.
· Entra no ar, em São Paulo, o "Repórter Esso" na TV Tupi Difusora. Na TV Tupi do Rio de Janeiro o mesmo programa jornalístico obteve sucesso com o locutor Gontijo Teodoro que abria o telejornalismo com a famosa frase: "Aqui fala o seu Repórter Esso, testemunha ocular da História."
· É editada a obra "Lógica e psicologia", de Jean Piaget. · É proclamada a república do Egito.
· Morre Josef Stalin.
· É assinado o armistício na Guerra da Coréia, após a morte de cinco milhões de pessoas.
· O cientista Albert Sabin descobre a vacina contra a poliomelite.
1954 · É fundada a Universidade Federal do Ceará.
· São criadas as Inspetorias Seccionais do Ministério da Educação.
· É Ministro da Educação e Cultura, no Governo Café Filho: Cândido Mota Filho.
· O Jornalista Carlos Lacerda sofre um atentado em que morre seu Ajudante de Ordens, o Major Rubens Florentino Vaz. A investigação do crime mostra que a ordem partiu de Gregório Fortunato que fazia parte da guarda pessoal do Presidente Getúlio Vargas.
· Em função das descobertas de envolvimento do governo no atentado contra o jornalista Carlos Lacerda e na morte do major, há um forte clamor popular contra o governo.
· Suicida-se nas dependências do Palácio do Catete o Presidente Getúlio Vargas.
· O povo vai em massa para as ruas chorar a morte do Presidente.
· O Vice-Presidente João Café Filho assume a Presidência da República.
  · Tem início a guerra pela independência da Argélia.
· Hebert Marcuse publica "One Dimensional Man"
1955 · É criado o Instituto Superior de Estudos Brasileiros - ISEB, com o objetivo de criar uma "cultura brasileira".
· É criada a Campanha Nacional de Alimentação Escolar - CNAE, vinculada ao Ministério da Educação.
· Anísio Teixeira funda os Centros de Pesquisas Educacionais de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Salvador e Porto Alegre.
· O Deputado Carlos Lacerda apresenta seu primeiro substitutivo ao projeto de Lei para Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
· É Ministro da Educação e Cultura, no Governo Nereu Ramos: Abgard de Castro Araújo Renault.
· São fundadas a Pontifícia Universidade Católica de Campinas e a Universidade Federal da Paraíba.
· Um problema de saúde afasta o Presidente Café Filho do governo, vindo a assumir o Presidente da Câmara dos Deputados, Carlos Luz.
· O Mineiro Juscelino Kubitschek de Oliveira é eleito Presidente da República.
· Dizendo estar antecipando-se a um golpe de estado que impediria a posse do Presidente eleito Juscelino Kubitschek, o general Henrique Teixeira Lott depõe Carlos Luz e coloca no poder o senador Nereu Ramos.
· É editada a obra "Da lógica da criança à lógica do adolescente", de Jean Piaget. · É instituído o Pacto de Varsóvia que visa uma aliança defensiva do leste europeu.
· O Presidente argentino Juan Perón é derrubado por um golpe militar.
· Hebert Marcuse publica "Eros e Civilização".
1956 · São Ministros da Educação e Cultura, no Governo Juscelino Kubitschek: Clóvis Salgado da Gama, Celso Teixeira Brandt (interino), Nereu de Oliveira Ramos (interino), Pedro Calmon Moniz Bittencourt (interino), José Pedro Ferreira da Costa (interino), Pedro Paulo Penido e Clóvis Salgado da Gama. · Toma posse na Presidência da República Juscelino Kubitschek.
· Tentativa de golpe de estado liderado pelo major Haroldo Coimbra Veloso e pelo capitão José Chaves Lameirão, ambos da Aeronáutica, que acusavam Juscelino de prosseguir na linha política de Getúlio Vargas. Os rebeldes refugiaram-se em Jacareacanga, no Pará, e foram logo dominados.
· Morre na Holanda a educadora Maria Montessori. · O Egito nacionaliza o Canal de Suez, pondo fim a intervenção inglesa.
· O exército da União Soviética invade a Hungria, pondo fim ao que os soviéticos chamaram de insurreição.
· Allen Ginsberg escreve o poema "Howl" (uivo ou berro), marcando a geração de poetas da "beat generation".
· John Lennon e Paul McCartney tocam juntos no conjunto "The Quarrymen".
1957 · É criada a Revista Escola Secundária, pela Campanha de Aperfeiçoamento e Difusão do Ensino Secundário - CADES, do Ministério da Educação.
· O ministro Clóvis Salgado altera o projeto original da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e envia para o Congresso Nacional o Substitutivo no 2.222.
· Fundada a Universidade Federal do Pará.
  · Iniciam-se as publicações dos seminários realizados no Centro de Epistemologia Genética de Genebra, por Jean Piaget, que ultrapassaram o número de trinta. · É criada a Comunidade Econômica Européia - CEE.
· A União Soviética lança o primeiro satélite artificial da Terra, o Sputinik I, dando início à corrida espacial. Em novembro manda ao espaço o primeiro ser vivo: uma cadela da raça Laika de nome Kudriavka (Crespinha). A cadelinha não pode ser resgatada do espaço.
1958 · É criada a Campanha Nacional de Erradicação do Analfabetismo - CNEA.
· Realiza-se o II Congresso Nacional de Educação de Adultos.
· É fundada a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
· O Brasil ganha pela primeira vez o Campeonato Mundial de Futebol.   · É formada a República Árabe Unida constituída pelo Egito, Síria e Iêmen.
· Tem início a Revolução Cubana liderada pelo jovem advogado Fidel Castro.
· Kruchov torna-se o novo Primeiro Ministro da União Soviética..
· Charles de Gaulle é eleito Presidente da França.
· George Harrisson junta-se a Lennon e McCartney.
· Jack Kerouac escreve "On the Road", que, mais tarde, inspira o filme "Easy Rider" ("Sem Destino" nos cinemas brasileiros), tornando o movimento "beatnik" conhecido em todo o mundo.
· Morre o Papa Pio XII. O Cardeal Angelo Giuseppe Roncalli é eleito Papa João XXIII.
1959 · A Emenda Carlos Lacerda (seu terceiro substitutivo) prevalece sobre o texto das Diretrizes e Bases da Educação Nacional, alterando substancialmente a pujança do projeto original.
· Cento e oitenta educadores lançam um manifesto à nação, solicitando ao governo que o projeto da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional fosse rejeitado.
· Nova tentativa de golpe militar levado a efeito pela Aeronáutica. Desta vez pelo tenete-coronel-aviador João Paulo Moreira Burnier. Depois de dominarem a pista de pouso da vila de Aragarças os revoltosos lançaram um manifesto à nação e, na falta de apoio, pediram asilo político à Argentina e à Bolívia.
· É criada a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE.
· Entra em circulação o primeiro carro Fusca construído no Brasil pela Volkswagen.
  · Os revolucionários cubanos, liderados por Fidel Castro e Ernesto "Che" Guevara, entram triunfalmente em Havana, capital de Cuba.
· É instituído o Mercado Comum Europeu - MCE.
· O Primeiro Ministro Soviético faz uma visita oficial aos Estados Unidos em plena fase de Guerra Fria.
· A União Soviética faz pousar na Lua o primeiro artefato construído pelo ser humano.
1960 · É fundada a Pontifícia Universidade Católica de Pelotas, a Universidade Federal Fluminense e as Universidades Federais de Goiás, Juiz de Fora, Santa Catarina e Santa Maria. · A capital da República muda-se para Brasília, sendo criado o Estado da Guanabara no lugar do antigo Distrito Federal.
· O Jornalista Carlos Lacerda elege-se o primeiro Governador do Estado da Guanabara.
· O ex-Governador de São Paulo, Jânio Quadros, é eleito Presidente da República.
· Morre na França o sociólogo, também educador, Adolphe Ferrière. · Tem início a construção da barragem de Assuã, no Egito.
· Os franceses explodem sua primeira bomba atômica no Atol de Mururoa.
· Um avião espião norte-americano, o U-2, é abatido no espaço aéreo soviético. Seu piloto, Francis Gary Power, é condenado a dez anos de prisão.
· O governo cubano nacionaliza os empreendimentos norte-americanos.
1961 · Depois de treze anos de discussões é promulgada a Lei 4.024, que regulamenta as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. O presidente João Goulart ainda vetou 25 artigos que posteriormente receberam aprovação pelo Congresso.
· Surgem os Centros Populares de Cultura - CPC, intimamente ligados à União Nacional dos Estudantes - UNE, e o Movimento de Educação de Base - MEB, ligado à Confederação Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB e ao governo da União.
· A Prefeitura Municipal de Natal, no Rio Grande do Norte, inicia uma campanha de alfabetização ("De Pé no Chão Também se Aprende a Ler"). A técnica didática, criada pelo pernambucano Paulo Freire, propunha-se a alfabetizar em 40 horas adultos analfabetos. A experiência teve início na cidade de Angicos, no Estado do Rio Grande do Norte, e, logo depois, na cidade de Tiriri, no Estado de Pernambuco.
· É Ministro da Educação e Cultura, no Governo Jânio Quadros: Brígido Fernandes Tinoco.
· São Ministros da Educação e Cultura, no Governo João Goulart, durante o Regime Parlamentarista: Antonio Ferreira de Oliveira Brito, Roberto Tavares de Lira e Darcy Ribeiro; durante o Regime Presidencialista: Teotônio Maurício Monteiro de Barros Filho, Paulo de Tarso Santos e Júlio Furquim de Sambaqui (interino).
· É criada a Universidade de Brasília, a Universidade Federal de Alagoas e a do Espírito Santo e a Universidade Católica de Petrópolis e a de Salvador.
· O Presidente eleito Jânio Quadros assume a Presidência da República.
· O Presidente Jânio Quadros condecora o Ministro cubano Ernesto "Che" Guevara.
· O Presidente Jânio Quadros renuncia à Presidência da República, depois de seis meses de cumprimento do mandato, após uma denúncia do Governador Carlos Lacerda de que Oscar Pedroso Horta, Chefe de Gabinete Civil do Presidente, estaria preparando um golpe de estado para implantar uma ditadura janista.
· Para poder assumir a Presidência, o vice-presidente eleito, João Goulart, que se encontrava em visita oficial à China, aceita assumir na condição de regime Parlamentar.
· É realizada uma Campanha de Alfabetização em Cuba, que erradica o analfabetismo em toda a ilha em apenas um ano. · Os Estados Unidos cortam relações diplomáticas com Cuba.
· O cosmonauta soviético Iuri Gagarin torna-se o primeiro homem a ir ao espaço. Lá de cima faz uma revelação surpreendente para a época: "A Terra é azul!".
· Os Estados Unidos tentam desembarcar em Cuba a partir da Baía dos Porcos e são rechaçados.
· É construído o Muro de Berlim.
· Apesar da Síria ter desistido de participar do pacto, o Egito continua a usar o mesmo nome de República Árabe Unida.
· Publicação da Encíclica Papal "Mater et Magistra" que aborda os problemas sociais.
1962 · É criado o Conselho Federal de Educação, cumprindo o artigo 9o da Lei de Diretrizes e Bases. Este substitui o Conselho Nacional de Educação. São criados também os Conselhos Estaduais de Educação.
· É criado o Plano Nacional de Educação e o Programa Nacional de Alfabetização, pelo Ministério da Educação e Cultura, inspirado no Método Paulo Freire.
· É fundada a Universidade Estadual de Campinas e a Universidade Norte de Ensino Superior de Montes Claros, Minas Gerais.
· O Território do Acre é elevado à condição de Estado.
· O Brasil torna-se pela segunda vez Campeão Mundial de Futebol.
  · Cuba é excluída da OEA por ter assumido a condição de primeira República Democrática Socialista da América Latina.
· Ben Bella assume o governo da Argélia.
· Suicida-se nos Estados Unidos a atriz Marilyn Monroe.
· A União Soviética vinha enviando mísseis para Cuba e os Estados Unidos realizam um bloqueio, exigindo dos soviéticos a imediata retirada dos mísseis já transportados. O mundo vive um momento de expectativa e tensão com a possibilidade de uma guerra nuclear.
· Bob Dylan lança seu primeiro disco, consagrando-se como cantor de protesto.
· Ringo Starr junta-se a Lennon, McCartney e Harrisson, substituindo o baterista Pete Best. Com o lançamento da música "Love me do" surgem os "The Beatles".
· No Clube Marquee, em Londres, apresenta-se, pela primeira vez, o conjunto musical "Rolling Stones".
· Sobe ao espaço o primeiro astronauta americano: John Glenn Jr.
1963 · Grupos de Trabalho da Universidade do Brasil elaboram as Diretrizes para a Reforma da Universidade no Brasil.
· É realizado o I Encontro Nacional de Alfabetização e Cultura Popular, em Recife.
· É realizado um Plebiscito em que o povo diz não ao Regime Parlamentar. O Presidente João Goulart assume a Presidência da República novamente sob o Regime Presidencialista.
· É transmitida, pela TV Excelsior a primeira telenovela brasileira, com Glória Menezes e Tarcísio Meira. Tem a duração de três meses.
· Thimothy Leary, conhecido como "papa psicodélico", é expulso da Universidade de Harvard, por suas experiências com LSD, o ácido lisérgico. · O Mercado Comum Europeu não aceita a entrada da Inglaterra.
· Ben Bella nacionaliza as terras após ter sido eleito Presidente da Argélia.
· O Presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy é assassinado em Dallas.
· Morre o Papa João XXIII. O Cardeal Giovanni Battista Montini é eleito Papa Paulo VI.
· A astronauta soviética Valentina Teráshkova torna-se a primeira mulher a subir ao espaço.


TOPO



 

Anterior
Estado Novo
1937-1945
HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
NO BRASIL
(Período da Nova República)
Próximo
Regime Militar
1964-1985