PSICOPEDAGOGIA
 

Principais Fatores Relacionados à Linguagem que Podem Dificultar a Aprendizagem


                                                Thereza Cristina dos Santos Lopes



      Quando falamos de aprendizagem estamos nos referindo a um processo global de crescimento, pois toda aprendizagem desencadeia, em algum sentido, crescimento individual ou grupal.
      A aprendizagem infantil, no que tange ao processo escolar em geral, está intimamente relacionada ao desenvolvimento da criança, às figuras representativas desta aprendizagem (escola, professores), ambiente de aprendizagem formal, condições orgânicas, condições emocionais e estrutura familiar.
      Qualquer intercorrência em um ou mais destes fatores, pode influenciar direta ou indiretamente o processo de aquisição da aprendizagem.


LINGUAGEM


      Podemos definir linguagem como um instrumento que, através de diversas formas, o ser humano utiliza para se comunicar.
      A comunicação ocorre através de gestos, expressões faciais, fala e escrita formal obedecendo as regras da comunidade lingüística na qual está inserida.
      Diversas são as alterações que podem ser diagnosticadas durante o processo de aprendizagem e conseqüentemente, o processo educacional em geral, como desempenho e qualidade globais.


FATORES


      - Atraso de Linguagem
      - Atraso Global de Desenvolvimento
      - Déficits cognitivos / Síndromes Neurológicas
      - Déficits Perceptivos
      - Emocionais
      - Síndrome do Déficit de Atenção com Hiperatividade - DDAH


ATRASO DE LINGUAGEM


      Traduz-se pela ausência da mesma na idade em que, normalmente, ela se manifesta.
      Caracteriza-se pela permanência de certos padrões lingüísticos além da fase da idade cronológica.
      No atraso simples ou moderado observa-se a redução de padrões fonológicos.
      No atraso grave de linguagem a criança apresenta todos os padrões fonológicos reduzidos e também os padrões morfossintáticos estão muito reduzidos com, praticamente, ausência dos elementos de ligação e estruturas frasais primitivas.
      Sendo o atraso propriamente dito, apresenta transtornos nas demais áreas de linguagem podendo estar implicados os mecanismos de memória imediata.
      Dificuldades oro-motoras acompanham o atraso de linguagem necessitando de um maior enriquecimento ou ajustamento das sensações proprioceptivas, facilitando a fixação dos padrões fonológicos corretos.


ATRASO GLOBAL DE DESENVOLVIMENTO


      Caracterizado pelo atraso psicomotor, da linguagem oral e da comunicação em geral, estando a criança defasada em diversas áreas do desenvolvimento com ou sem problemas motores.
      Aspectos cognitivos e perceptivos também podem acompanhar o Atraso Global de Desenvolvimento.
      Os padrões espertados para cada faixa etária depende, além da estimulação ambiental com qualidade, da maturação neurológica.
      No quadro de atraso da linguagem devemos ressaltar a disfasia onde existem, quase sempre, problemas de compreensão e sua evolução terapêutica é muito lenta.


DÉFICITS COGNITIVOS


      Podem ser causados por lesões neurológicas ou por alterações perceptivas graves e não valorizadas precocemente que levem ao desenvolvimento aquém das possibilidades da criança.
      No caso das síndromes neurológicas podemos citar, por exemplo, aberrações cromossômicas: Síndrome do 21, Síndrome de Turner, Síndrome Kleinefelter.
      Erros inatos ao metabolismo e transtornos endócrinos, também são responsáveis por desenvolvimento de déficits cognitivos.
      Também consideramos, como causa dos mesmos, transtornos endócrinos, patologias pré-natais (rubéola, sífilis, uso de medicamentos); peri-natais (prematuridade e imaturidade, sofrimento neo-natal); pós-natais (encefalites, meningites, etc.)


DÉFICITS PERCEPTIVOS


      As capacidades de percepção visual e auditiva, permitem captação dos estímulos ambientais e sua decodificação.
      A linguagem vai se estruturando à medida em que esses fatores (visão e audição) se desenvolvem, juntamente com a maturação neurológica e as habilidades psicomotoras.
      Necessárias para um adequado desempenho da escrita e da leitura a visão e suas áreas perceptivas (coordenação viso-motora, posição no espaço, relação espacial, constância de percepção e figura-fundo), bem como a audição e suas habilidades (atenção, localização e discriminação) formam e estruturam a base desta formalização da escrita e da leitura e interpretação da mesma.


FATORES EMOCIONAIS


      Permeando toda e qualquer relação que o indivíduo faça ou venha a fazer consigo mesmo ou com o mundo exterior, o fator emocional e sua estrutura não devem ser desprezados.
      Levando-se em conta a estrutura familiar, social e as relações estabelecidas entre si e o meio e a forma com que estas relações são feitas, influenciam, sem dúvida, o desenvolvimento do processo de aprendizagem.
      A maneira de encarar novas informações, a relação com este "novo" e a disponibilidade da criança para permitir-se a aprender, estão intrinsecamente ligadas com suas condições psicológicas.


SÍNDROME DDAH


      A Síndrome do Déficit de Atenção com Hiperatividade – DDAH, faz com que a criança apresente características como:
      - Dificuldade de concentração
      - Impulsividade
      - Dificuldade de manutenção de atenção mesmo durante as brincadeiras
      - Parece não escutar quando é chamado
      - Não termina as atividades
      - Perde com facilidade os objetos
      - Facilidade para distrair-se com estímulos externos
      - Movimento freqüente de mãos ou pés
      - Dificuldade de permanecer sentado
      - Dificuldade em se engajar em jogos ou atividades de leitura onde necessita permanecer sentado

      Para se obter um diagnóstico seguro desta Síndrome é necessário que a criança seja avaliada por uma equipe multidisciplinar que inclui neuropsicologia, fonoaudiologia, psicologia, neurologia e que estejam presentes ao menos em seis das características acima citadas.
      Certamente esta Síndrome influenciará na qualidade do desenvolvimento da aprendizagem escolar e muitas vezes defasagem em alguma área relacionada com a linguagem.



THEREZA CRISTINA DOS SANTOS LOPES
FONOAUDIOLOGIA-ORTÓPTICA
CRFª 7605     ABO 86.
ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA
TELS: (0 xx 21) 205-2205 / 240-2929
E-Mail: thelopes@domain.com.br



Para referência desta página:
LOPES, Thereza Cristina dos Santos. Principais fatores relacionados à linguagem que podem dificultar a aprendizagem. Pedagogia em Foco. Rio de Janeiro, 2001. Disponível em: <http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/spfrl.htm>. Acesso em: dia mes ano.